Arquivo | Música RSS feed for this section

The Main Stage

17 maio

Palco:  s.m. Estrado, tablado. / Parte do teatro destinada aos atores (a cena, os bastidores, camarins etc.). / Fig. Lugar onde se passa algum fato imponente ou trágico.

Essa é a definição de Palco, que para nós, fãs, acaba sendo nosso altar, onde deuses e deusas são cultuados, aclamados, idolatrados…. rsrs e por ai vai.

É muito provável que todos tenham boas memórias com palcos, e para agradar a todos, selecionei os mais variados tipos de palcos, de britney a iron maiden. Simples, complexos, criativos, somente com bandeira, somente com luzes etc…

Clique para ampliar e ver descrição. Vá clicando nas  fotos ampliadas para navegar pela galeria.

Incubus para inspirar

13 maio incubus_morning_view

Aprendi uma coisa, que umas das minhas missões nessa blogosfera de contéudo infinito, é enxergar glamour onde nem todo mundo vê. Dizer aos glamorosos e aos anti-glamour sobre o brilho que eu vejo nesse equilibrio entre eles.

Pra celebrar isso, ouvindo Incubus (graças ao meu namorado) decidi reparar melhor em algumas capas que a um tempo já me chamavam atenção. Compartilho algumas com vocês, e os fanáticos pela banda que me perdoem, considero essas as mais grandiosas.

Clique para ampliar a imagem

Post Grunge Style

10 maio

Party like it’s 1999

Você conhece o termo Post-Grunge? Provavelmente já ouviu diversas músicas de bandas desse gênero.

“Post-Grunge (ou apenas Pós-Grunge) é um subgênero do rock alternativo norte-americano surgido na década de 1990 como uma vertente do movimento grunge de Seattle. Caracteriza-se geralmente por ser um estilo musical mais pop e comercial, tendo ampla aceitação pela mídia musical” (lastfm – tag post-grunge)

Mas se têm algo que os diferencial o do grunge além da música, é o visual. Os post-grunges são um tanto diferente, separei pra vocês os melhores looks dessas bandas.

Silverchair – investiu no início com as camisas largadas de banda mas depois partiu pra cores diferentes, óculos grandes e mais estilosos.

Silverchair

Live – A foto é recente mas desde os 90’s o Live usa as jaquetas, tons mais cinzas e variáveis e lindos jeans que foram ficam mais colados ao logo dos anos.

Live

Tonic – No começo foi uma pouco cowboy demais, mas depois se libertaram disso, com algo mais com blazers e tons de marrom.

TonicTonic

Puddle of Mudd – Um visual que as vezes lembra skate, ou street, o Puddle of Mudd usa gorros, bonés pra trás e roupas mais largas.

Puddle Of Mudd

Audioslave – Mesmo sendo uma banda atual, os integrantes eram de bandas dos 90’s carregando com eles seu estilo.Variado como podemos ver na imagem: Chris Cornel com jaquetas de couro, Tom Morelo sempre com boina, Tim Commerford com as tattos, que acabam viram partes da roupa e Brad Wilk mais clássico e discreto.

Audioslave

Fastball – foram os que disseram a frase do título do post, diretamente dos 90’s o Fastball foi a típica one-hit-wonder-band, com o sucesso de The Way, os anos passaram e o estilo ficou, com camisas listradas, camisetas estampadas e óculos escuros o Fastaball continua seus shows pela américa do norte.

Fastball

Se quiserem saber mais sobre o post-gruge o last fm é uma ótima pedida.

Lady Gaga, Roupas, Clipes

5 mar

Quando o assunto é Lady Gaga metade faz cara feia e metade abre aquele sorrisão de felicidade e orgulho.

Separei alguns looks, o que é muito dificil pois são tantos chocantes, mas meu critério foi os clipes! Que como tudo o que a nova Musa do Pop faz, sempre chamam muita atenção.

Just Dance, é lançada a tendência dos óculos grandes e quadradrões! Quase uma marca dela.

Lady Gaga Just Dance Roupa

Beautiful, Dirty, Rich, com as ombreiras avantajadas, que mais tarde ela deu uma LEVE EXAGERADA rsrs

Lady Gaga beatiful, dirty, rich Roupa

Poker Face, um arraso com o vinil e a mascara toda espelhada.

Lady Gaga Poker Face Roupa

Eh, Eh (Nothing Else I Can Say), uma música mais fofinha, um clipe menos chocante e a roupa também não muito. Mas esses óculos ficaram demais, uma coisa meio anos 20.

Lady Gaga Eh eh roupa

Lovegame, algo meio obscuro, cenas no metrô, convenhamos que ficou meio Madonna em American Life, mas esse top nude ficou demais. Alias falando em nude, tem uma cena nesse clipe…

Paparazzi, é praticamente um filme, tem o começo, meio e fim, muito bem trabalhado, por isso as roupas são bem variadas e fica impossível escolher um look só. Por isso escolhi dois, o primeiro aparece no começo do clipe, onde Gaga dança sobre uma cadeira de rodas e logo após sobre muletas, achei a idéia ótima! Não me lembro de ver outro artista fazendo isso. (a foto não é do clipe, é de um ensaio, mas a roupa é a mesma) Claramente inspirada no filme Metropolis(1927) do diretor Fritz Lang quando a personagem mostra ser um robô. Coindicentemente (ou não) o filme Metropolis inspirou o clipe de Radio Gaga do Queen, e dessa música que ela tirou o “Gaga”. #umacoisalevaoutra

Lady Gaga paparazzi  roupa

O segundo loook de Paparazzi, é na hora da vingança com o namorado. essa roupa amarela, com uns “mikeys” esse batom e ai de repente uma pulseira de espetos, muito black metal e um corset preto. FICOU DEMAIS.

Lady gaga paparazzi roupa

Bad Romance, definitivamente o clipe com os looks mais loucos, principalmente esse do querido Alexander Mcqueen (1969 – 2010) com esses sapatos maluquíssimos uma coisa meio Meninas Super Poderosas

Lady gaga Bad Romance Roupas

Os clipes Video Phone e Chilin não são “exclusivos” de Gaga, então os looks nem são tão empolgantes assim. Deixamos de lado rsrsrs

Mas fiquem com ela e a Lagosta!

Lady Gaga Lagosta na cabeça

A Moda das Musas do Metal

27 fev

Um tanto peculiar falar sobre isso, mas como todas essas lindas mulheres são minhas musas, lá vou eu!

Muitos podem achar que a moda dos “roqueiros” rsrs se resume a roupas rasgadas, largadas ou até algo mais próximo da moda urbana. Porém  isso não se encaixas pra algumas vertentes, como o metal. Muito menos pras mulheres que de fato inspiram seus fãs com suas roupas. Algumas delas seguem aqui, são morenas, ruivas, loiras, todas com muito estilo e elegância.

Liv Kristine foi a grande iniciadora das mulheres com vocal lírico a frente de bandas de metal. Nesta época ela estava a frente do Theater of Tragedy. Sempre muito elegante e bem encaixada em seus corsets hoje ela faz parte da banda Leaves Eyes.

Liv Kristine Roupas

Tarja Turunen ficou a frente de uma das maiores bandas com vocal feminino, quem sabe a mais famosa, Nightwish. Tarja hoje segue careira solo, mas nas turnês com o Nightwish ela fez algumas apresentações combinando a cor de sua roupa com a cor do pedestal e do microfone. Um tanto diferente, porém ganhava grande destaque diante do palco preto.

Tarja Roupas

Cristina Scabia, vocalista da banda Lacuna Coil não ganha grande destaque em suas roupas em apresentação ao vivo, porém sempre foi tratada como SexySymbol na cena Metal/Gótica, suas fotos promocionais então são em maioria com essa intenção.

Cristina Scabia Roupas

Floor Jansen com absoluta certeza, a mais alta de todas da lista com seus 1,84m, usa e abusa de transparências, calças de couro e vinil, Floor tem voz, presença e postura marcantes, suas roupas a representam como tal. Por muitos anos esteve a frente do After Forever, hoje segue com seu novo projeto Revamp.

Floor Jansen Roupas

Sharon Den Adel, vocalista do Within Temptation, se os anjos cantam, tenho certeza que cantam como ela. Sua presença de palco é emocionante, com movimentos sutis e dancinhas com os braços (sua marca registrada), Sharon conquista a todos nos shows. Foi eleita a mulher do ano em 2005 pelos leitores da Metal Hammer. Suas roupas variam bastante, usa muitos vestidos longos, elegantes e com extremas menções a moda da era vitoriana.

Sharon Den Adel Roupas

Simone Simons é a queridinha de todos os fãs das bandas de vocal feminino lírico. Sua marca registrada são os longos fios alaranjados e sua pele branquíssima. Simone tem características de uma deusa grega e cultua isso com suas roupas. Sabemos também que ela varia bastante fora dos palcos, usa óculos wayfarer, muitas listras e cores.

Simone Simons Roupas

Charlotte Wessels é vocalista da banda Delain, que se formou a partir do ex-tecladista do Within Temptation, Charlotte faz parte de uma nova leva de vocalistas jovens e cheias de estilo. Apesar de cantar metal como as outras ela inova muito nos looks, com seu corpo escultural, cintura fina, ela não tem medo de errar com calças jeans, blusinhas, cintos grandes e diversos outros acessórios. Claro que não deixa um couro e um corset de lado de vez enquando.

Charlotte Wessels Roupas

Diversos desses looks são compostos pelos corsets que têm sua origem no século XVI. Sempre compondo cinturas escultuarais, mas sem apertar demais 😉 para que elas tenham bastante ar para cantar e encantar a todos nós!

Selos

11 nov

A Royal Mail irá lançar em janeiro uma linha de selos inspirada nos maiores clássicos de dez bandas britânicas. Dentre essas bandas estarão Pink Floyd, Rolling Stones, David Bowie e Primal Scream.

Selos insipirados em clássicos de  bandas britânicas

Selos insipirados em clássicos de bandas britânicas

E se fossem bandas brasileiras?  Quais seriam, hein?

Filme da semana: “Factory Girl”

8 nov

Dentre todos os movimentos artísticos acontecidos no século XX, talvez a pop art tenha sido o que mais se destacou.  A Pop Art era pop pois retratava temas populares e cotidianos como foco de suas obras, usando tais temas como crítica à sociedade. Era um tipo de arte produzido em série, algo comercial. Quer ser mais pop do que isso?

Os artistas que mais se destacaram foram Peter BlakeRoy LichtensteinAndy Warhol.

Warhol, tinha como inspiração para suas obras coisas até então sem tanta estima como latas de sopa. Mas também tinha musas como Marilyn Monroe e Eddie Sedgwick, é da Eddie que vamos falar a partir de agora!

Eddie era uma socialite, modelo e atriz, vinha de uma tradicional e milionária família americana. Conheceu Andy Warhol em uma festa e ele se encantou subitamente por ela, daí em diante ela passou a estrelar pequenos filmes produzidos por Warhol.


Trecho de “Poor Little Rich Girl” estrelado por Eddie e dirigido por Andy

Factory Girl conta a trajetória de Eddie enquanto musa de Andy Warhol, seu vicio em drogas e  o abandono quando estava no fundo do poço.

Eddie se tornou um ícone da moda e cultura da década de 60, é a “Femme Fatale” do Velvet Underground, “Like a Rolling Stone”  e “Just Like a Women” do Bob Dylan (com quem supostamente teve um romace) e a “Eddie (Ciao! Baby)” do The Cult. Foi capa da “Vogue” e da “Time”.

Eddie Sedgwick - A musa de todos!

E no filme, ainda temos a Siena Miller linda como sempre, atuando melhor do que nunca!


Trailer: “Factory Girl – Uma Garota Irresistível”

P.S: ao pesquisar para fazer este post, descobri que Kyra Sedgwick, estrela do The Closer e  esposa do Kevin Bacon é prima de Edie.

Fica aí a minha dica para filmes na próxima semana!

Enjoy! 🙂


Mark Ramone no Inferno Club

5 nov

Mark Ramone no Inferno Club

Sexta 6 de novembro a Sick Mind comemora 8 anos de existência e se junta ao Inferno Club para um festa com a ilustre presença de Mark Ramone (baterista do ramones) que fará a discotecagem.

Também comandarão as pick ups os djs: Wlad Cruz (Zonapunk), Flavio Forgotten e Rodrigo Zeni.

Infos:

Dia 06 de novembro à meia-noite
Local: Inferno Club – Rua Augusta 501
Preço: Antecipado R$25 / Porta R$30